Critérios de Julgamento

by

Os critérios de julgamento dos projetos em eventos Startup Weekend são divididos em três sessões principais. Na apresentação final de domingo, os times são julgados de acordo com os três critérios a seguir, com pesos iguais.

Modelo de Negócio – O coração de tudo! Se você e seu time não têm respostas para as questões a seguir, vocês gastaram muito tempo em funcionalidades e firulas e precisam voltar ao básico.

  1. Quem é seu cliente?
  2. Qual a sua proposição única de valor?
  3. Quais as principais atividades que seu negócio demanda?
  4. Quais são suas fontes de receitas?
  5. Com o que seu negócio gasta dinheiro?
  6. Quem/o que são seus parceiros/recursos?
  7. Quais são seus canais de distribuição?
  8. Qual sua estratégia de divulgação/lançamento?

Customer validation – Você tomou os passos adequados para garantir que pessoas que são realmente relevantes (seus futuros clientes!) confirmam as premissas que você fez para seu negócio? Pense em Customer Validation como “evidências” que dão sustentação a sua “teoria” (seu Modelo de Negócio). Quanto mais feedbacks você recolhe (quantidade), quanto mais esse feedback se aproxima do seu mercado alvo (qualidade) e quanto mais apto você está para realmente integrar este feedback ao Modelo de Negócio e ao desenvolvimento de produto (execução), melhor.

 Dica: antes de sair desenvolvendo funcionalidades, converse com clientes reais. Como, atualmente, eles resolvem o problema que você acha que eles tem? Eles pagariam pelo seu produto? Quanto? Ele recomendaria seu produto para amigos?

Execução – O que seu time foi realmente capaz de executar durante o fim de semana? Até o mais forte dos Planos de Negócio é inútil nas mãos daqueles que não os conseguem executar corretamente. Ir o mais longe possível no desenvolvimento de seu produto/protótipo não apenas dá aos juízes uma visão do que poderá ser o produto final, mas prova sua força e habilidade como um time. Investidores geralmente não investem em ideias. Times, por sua vez, transformam ideias em produtos.

 Dica: faça, no início dos trabalhos, uma lista realista de funcionalidades que seu produto deve ter ao fim do evento. Lembre-se de equipe e tempo reduzidos. Comece pelas features essenciais e que permitam ao seu time recolher feedbacks dos seus futuros clientes.